sábado, 20 de agosto de 2016

Namorar você

Uma vez me perguntaram como é namorar você, comecei dizendo do seu Bom dia animado de todas as manhãs.
Namorar você, era ter a certeza de pirraças misturadas com risadas escandalosas e divertidas. É receber carinho de um jeito único, tapinhas, beliscões, mordidas, além de puxar meus poucos fios de pelinhos dos braços.
É entender que tem hora pra tudo, hora de sorrir, hora de falar sério, hora de jogar conversa fora, hora de ir trabalhar e resolver os pepinos da vida. É estar ali disposto a ouvir os desabafos do dia e aconselhar:
- Acho que você deve ver isso com a sua mãe.
É mesmo na hora da chateação e com a cara mais emburrada e feia do mundo ouvir você dizer:
- Eu te amo, você fica linda com essa cara de brava. Ah, sabe que não consigo ficar brava! rs
É ouvir aquele seu velho sermão ciumento:
 - Nada de decotes longe de mim, não precisa ir trabalhar feito uma madame, vai chamar atenção dos manés!
Namorar você, é sempre lembrar que temos que ler a Bíblia todos os dias, e no capitulo de hoje pudemos analisar que... É saber que mais tarde, pela madrugada receberei sua mensagem dizendo:
- Estou orando por nós.
Ah amor, eu disse também, que era a certeza de antes de dormir receber sua msg de boa noite, carinhosa, com corações vermelhos.
Namorar com você, é não ter mais medo, não ter mais dúvidas! É ter certeza do seu amor e da sua fidelidade. É contar os dias, fazer contagens regressivas, é esperar pelo dia que não mais direi, até logo amor!

Débora Miranda

Nenhum comentário:

Postar um comentário