terça-feira, 12 de abril de 2016

Tenha cuidado com seu coração.

E aí vc cai naquele jogo psicológico que sua mente traquina volta e meia faz. Você acredita!
- Pois não deveria!
-Eu sei que não deveria... pelo número de cassetadas, já não deveria ter aprendido? 
Isso não seria um problema se acreditasse em tudo, com uma única ressalva.

Pode acreditar no que for, papai noel, coelhinho da páscoa, cegonha. Só não faça a bobagem de acreditar no seu coração, principalmente se ele resolveu te fazer perder o juízo por causa de um ser humano. Sim! Esqueça aquela conversa de "ouça seu coração....". Será muito melhor se você guarda-lo em sete chaves e jogar as chaves no fundo deum grande baú de mais sete chaves. Se apaixonar? Nem pensar! Paixão é doença, tem cura, a infecção dura pouco tempo, mas pode deixar alguns estragos. 
Desconfie, desconfie bastante, pesquise informações e depois confira no SPC. 

O coração é uma armadilha enganosa, não confie nele jamais. E aquela velha história de que "se eu for legal, as pessoas serão legais comigo". Oh criatura ingênua, não caia nesse conto de fadas. As pessoas em sua grande maioria são más, até você! Sim, você mesmo! Se não ter cuidado tu vai fazer tudo do jeito errado e para obter a coisa errada na hora errada. 

Não acredite, mantenha um ou os dois pés atrás. Será se consegue? Se tu perceber que está começando a voar, volte e leia tudo esse texto novamente, ou então vai tomar um banho gelado. 

E depois se nada der certo... tenho aqui uma receita infalível, um pouco difícil de por em prática... principalmente se já perdeste o juízo perfeito. Guarda o teu coração, mas guarde junto daquele que pode cuidar muito bem dele. O seu criador!

Débora Miranda

Um comentário:

  1. Olá, Débora! Também estou seguindo seu blog. Um abraço!
    Regina Magnabosco, do blog Ruas e Papéis ;)

    ResponderExcluir